UM ÚNICO DEUS – “Não terás outros deuses diante de mim”

“Então, falou Deus todas estas palavras: Eu sou o YHWH, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim” (Êx 20.1-3)

INTRODUÇÃO

1. Deus não começa ordenando, Ele começa se revelando!

•    Nossa obediência a Deus deve brotar da consciência de quem Ele é (Conhecer a Deus – YHWH).
•    Se não entendermos quem Ele é, não entenderemos o que Ele quer.
•    Quando conhecemos alguém, sabemos o que lhe agrada ou não. Quando amamos esse alguém, o nosso desejo é agradar-lhe.

2. Deus revela ao Seu povo quem Ele é através das coisas que Ele faz (“que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão”).

Tt 3.3-7: “Pois nós também, outrora, éramos néscios, desobedientes, desgarrados, escravos de toda sorte de paixões e prazeres, vivendo em malícia e inveja, odiosos e odiando-nos uns aos outros. Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós ricamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador, a fim de que, justificados por graça, nos tornemos seus herdeiros, segundo a esperança da vida eterna”.

3. Amar a Deus é o centro da nossa obediência a Ele.

A REVELAÇÃO DE DEUS NO PRIMEIRO MANDAMENTO
O primeiro mandamento é o testemunho da exclusividade e singularidade de Deus, ou seja, revela o Senhor em Seu caráter, Seu ser e Sua ação.

Seis verdades, seis atributos de Deus são revelados através desta autodeclaração divina:

1. É um Deus e Senhor exclusivo – o Alpha e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Início, o Absoluto, a Suprema Autoridade, que tudo ordena, exige e completa.

2. É um Deus pessoal (“teu Deus”) – “Teu” é pronome possessivo. Deus está pronto a se entregar totalmente, com toda abnegação divina, e faz isso através de seu único filho, Jesus Cristo, que se entregou por nós. Por isso, podemos dizer hoje: “Ele é meu Deus”.

3. É um Deus de relacionamento – Ele se relaciona com aquilo que criou. Deseja comunicar-se conosco e nos revelar a Sua vontade.

4. É um Deus presente e constante – “Eu sou” significa que Ele é no presente, e mais, Ele é “onipresente”. Deus é o mesmo hoje e sempre (Hb 13.8); Ele não muda. Não é um Deus do passado, é um Deus presente nas aflições do dia-a-dia (Sl 46).
•    De todos os seres do universo, somente Deus tem dignidade “intrínseca”. “Intrínseco” significa “que pertence à essência do ser” ou lhe é “inerente”. Em outras palavras, somente Deus tem valor totalmente em Si e de Si. Todas as outras coisas recebem seu valor da associação com Ele.

5. Ele é um Deus de ação libertadora e salvadora – um Deus que não dorme, mas que atua, age e liberta o povo.

6. É um Deus fiel – Ele não muda de opinião ou de propósito eterno, é fiel a Si mesmo e ao Seu plano eterno para com os homens. “Sou quem sou”. Os homens podem mudar de idéias, convicções ou propósitos; Deus não muda (Ml 3.6), Ele reina soberanamente sobre todos de maneira absoluta e irrevogável.

UM MUNDO COM MUITOS DEUSES
1. Deus anuncia Sua exclusividade num mundo em que existiam muitos deuses (egípcios, cananeus, jebuseus).
a. Hoje, ao invés de Baal e Astarte, os deuses se chamam sucesso, prestígio, o próprio “eu”, fama etc.
b. Os Ídolos modernos trazem insegurança, necessidade de aceitação… escravidão!!

2. Se pertencemos só a Deus, estamos livres de pertencer aos tiranos que querem nos aprisionar.
•    O objetivo do primeiro mandamento é proteger a nossa liberdade.

3. Quando amamos a Deus “tridimenssionalmente” (Mt 22.37), não nos apaixonamos pelas futilidades desse mundo:
Salmos 31:6: “Aborreces os que adoram ídolos vãos; eu, porém, confio no SENHOR”.
•    Amar a Deus de todo o coração não significa odiar o mundo e as pessoas. Jesus entende o amor de Deus manifestado no amor ao próximo. Por isso, acrescentou ao primeiro mandamento um segundo: “Mas o segundo é semelhante a este: amarás o próximo como a ti mesmo” (Mt 22.39).

4. O primeiro mandamento contém a condenação explícita de qualquer forma de idolatria, seja visível, ou invisível.
a. A revelação do Sinai é totalmente contrária à idolatria, na forma de imagens ou apegos insensatos. “Não terás outros deuses DIANTE de mim”.

5. A idolatria é uma loucura condenada nas Escrituras: Jr 2.26-28; 10.1-16; Is 40.18-20; 41.4-7; 44.9-20; Sl115.
a. “Sacrificar” a outros deuses leva a destruição (Êx 22.20). “Sacrificar” é dedicar-se.
b. Não lembrar e nem usar o nome de outros deuses (Êx 23.13). Usar o nome de alguém é identificar-se com tal pessoa.
c. Três espécies mais comuns de idolatria praticada em Israel: Altares, colunas e postes-ídolos (Êx 34.13,14). Deus não tolerará desde a idolatria mais extravagante, explícita, visível a mais íntima, implícita, invisível.
d. A idolatria é vista como prostituição espiritual, adultério (Êx 34.16). Podemos parafrasear 1Co 6.17 e 1Co 6.16: “Quem adora a um ídolo se torna um só com ele”.

6. Dt 11.16 refere-se a quatro quedas consecutivas no caminho da idolatria:
•    O engano do coração
•    O desviar-se
•    O servir a outros deuses
•    O prostrar-se diante deles

POR QUE “NÃO TERÁS OUTROS DEUSES DIANTE DE MIM”?
1. Porque Deus é Todo-Suficiente
Não temos motivos para querer outros deuses ou precisar deles, porque Deus é suficiente.

Quando o povo de Israel estava “coxeando entre dois pensamentos”, diante do poder de Deus, entendeu que não necessitava de outro deus:
1 Reis 18:39: “O que vendo todo o povo, caiu de rosto em terra e disse: O SENHOR é Deus! O SENHOR é Deus!”

2. Porque só podemos provar fidelidade quando O adoramos e O servimos diante da idolatria e pressão que nos cerca
Daniel adorava a Deus três vezes por dia (de janela aberta voltado para o templo de Jerusalém) na Babilônia, cercado de hostilidade e de paganismo.
Daniel 6:10: “Daniel, pois, quando soube que a escritura estava assinada, entrou em sua casa e, em cima, no seu quarto, onde havia janelas abertas (não era segredo) do lado de Jerusalém (sabia para onde olhar), três vezes por dia, se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como costumava fazer”.

Salmos 138:1: “Render-te-ei graças, SENHOR, de todo o meu coração; na presença dos poderosos te cantarei louvores.

3. Porque só assim manteremos o nosso foco na vontade dEle e seguiremos em retidão
Quando não temos nenhum outro deus, mas servimos e adoramos somente o verdadeiro Deus, nos guardamos do mal, da queda e da desobediência.

4. Porque isso nos ajudará a nos posicionarmos diante dos apelos do mundo
Só assim manteremos o nosso coração focado na vontade perfeita de Deus
Josué 24:23: “Agora, pois, deitai fora os deuses estranhos que há no meio de vós e inclinai o coração ao SENHOR, Deus de Israel”.

Quais são as coisas que me prendem (pensamentos e decisões) no dia-a-dia? Com o que eu gasto meu tempo e recursos?

5. Porque assim venceremos as tentações
Mateus 4.8-11: “Levou-o ainda o diabo a um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e lhe disse: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto. Com isto, o deixou o diabo, e eis que vieram anjos e o serviram”.

Quando o nosso foco está unicamente no Deus Verdadeiro, não haverá espaço para as tentações prevalecerem.

CONCLUSÃO

Reserve este momento para sondar o seu coração e ver a sua vida à luz do primeiro mandamento. O que ocupa seus pensamentos na maior parte do dia? Suas tomadas de decisões são tomadas em cima de que valor principal? Há algo que você percebe um apego fora do normal? Você tem buscado conhecer a Deus como prioridade em sua vida?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: