Jesus, a fonte de todas as bênçãos

“O Senhor é o meu pastor, nada me Faltará” (Salmo 23.1)

Introdução

Antes de iniciarmos esta série, queremos focar nossa visão na pessoa certa, centralizando Jesus como a única e verdadeira fonte de todo benefício da parte de Deus.

A Centralidade de Cristo nas Bênçãos

Somente na Carta aos Efésios, encontramos a expressão “em Cristo” pelo menos 14 vezes e a palavra “nele” por 6 vezes. Isso é bastante significativo e nos diz que fora de Cristo não há bênção.

“Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo (Efésios 1:3).

1. O Abençoador

“O Deus e Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo” – Aqui está o supremo e bondoso Criador o qual é a Fonte Primária, o gerador, o “Primeiro Motor”. Aquele de quem tudo nasce.

2. O Tempo da Bênção

“Nos tem abençoado” – Essa já é uma realidade para aqueles que estão em Cristo. Uma realidade a ser desfrutada no tempo presente! Assim como a salvação é uma herança que já possuímos, todas as bênçãos que fluem dela também o são.

3. A Porção da Bênção

“Com toda sorte de bênção” – Não há limites! A Fonte é simplesmente inesgotável, infinita. Ela jorra para a vida eterna (Jo 4.14). Há tantas bênçãos quantas necessidades tivermos, contudo aquelas superabundam sobre estas. Podemos perguntar: qual o limite do amor de Deus? Quando ele se esgota? Até onde vai o seu poder? Certamente a sua capacidade de abençoar vai aonde sua graça alcança.

4. A Natureza da Bênção

“Bênção espiritual” – Devemos entender que toda bênção de Deus é de natureza espiritual, uma vez que tudo o que recebemos no reino físico deve primeiro ser gerado no plano espiritual. Podemos sacar de nosso “banco celestial” sempre que necessitarmos.

5. O Caminho da Bênção

Não há nada que Deus faça que não seja dentro da esfera de Cristo Jesus. Não há cristianismo fora de Cristo. Não há vida e salvação fora dEle (At 4.12). Ele não é apenas o canal por meio do qual Deus tem acesso a nós, mas é a própria fonte que jorra vida plena para todos aqueles que dela bebem.

Podemos Classificar as Bênçãos em Duas Categorias:

1. Bênçãos Gerais (Mateus 5.45) – São aquelas que Deus derrama sobre a Sua criação indistintamente, pois como Criador amoroso Ele se importa com o bem-estar das obras de Suas mãos.

2. Herança (Romanos 8.17) – São aquelas bênçãos que vêm como parte de estarmos ligados a Ele (João 15.7). Essas bênçãos são nossa herança como filhos de Deus, como por exemplo a salvação ou justificação dos nossos pecados, o fruto do Espírito que é a participação da própria natureza de Jesus, o batismo no Espírito Santo etc.

Três Aspectos Sobre O Abençoador

1º. A Importância de Conhecê-lo Como Pastor

“Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas” (João 10:11)

Aqui Jesus nos revela que Ele mesmo é o pastor. Portanto, podemos entender que o verso 1 do Salmo 23 refere-se ao Salvador como fonte de toda sorte de provisão. Aqui Ele é visto como Yahweh-Raah, nosso solícito pastor.

Jesus mesmo é o abençoador. “Dele” e “por meio” Dele fluem todas as coisas.

2º. A Necessidade de Tê-lo Como Pastor

Saber quem é o pastor não é tudo. Precisamos tê-lo como nosso supremo pastor, como nosso guia e cuidador.

Necessitamos entrar no Seu aprisco e sermos ovelha do Seu pastoreio (Salmo 100.3).

3º. A Bênção de Tê-lo Como Pastor

Podemos nos confortar com a certeza de que o Seu cuidado não falha. Isso não significa ter sempre tudo o que quisermos, mas teremos tudo o de que necessitarmos.

“Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?” (Romanos 8:32).

No Calvário o Caminho Para a Fonte Foi Aberto

“Vós, com alegria, tirareis água das fontes da salvação” (Isaías 12:3).

“Ah! Todos vós, os que tendes sede, vinde às águas; e vós, os que não tendes dinheiro, vinde, comprai e comei; sim, vinde e comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite” (Isaías 55:1).

Aleluia! Podemos confiar que um novo e vivo caminho foi pavimentado dando-nos inteiro acesso à presença de Deus!

Conclusão

“Nada me faltará”!

Faça de Jesus o seu Pastor. Deixe-o apascentá-lo e tenha acesso a uma fonte inesgotável que jorra plenitude e vida!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: