Os Humildes de Espírito

“Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mateus 5.3)

Depois das primeiras considerações estabelecidas como pano de fundo, gostaria de continuar nosso assunto fazendo-lhe uma pergunta: Alguma vez você pensou em desistir de ser feliz? Creio que essa esperança havia-se esfriado no coração daquelas pessoas a ponto de tornar-se uma mera utopia, um sonho distante.

Para entendermos o que significa ser “humilde de espírito” é importante sabermos o que não é isso. Muito de nosso fracasso na vida espiritual, vem do fato de não compreendermos as Escrituras. Bom, ser humilde de espírito não é ser pobre financeiramente: existem muitos ricos que são humildes e muitos pobres que são orgulhosos; não quer dizer que devemos ser tímidos, fracalhões e covardes (2Tm 1.7) e não é gloriar-se na “humildade” procurando receber elogios, com frases vazias como: “sou um nada, um Zé ninguém!”, ou coisa assim! No grego Jesus está dizendo: “felizes os pobres no espírito”, que aqui implica em termos uma consciência de nossa necessidade espiritual, reconhecendo que dependemos de Deus pois somos incapazes de andar por conta própria.

O homem sempre buscou a felicidade, ou seja, estabelecer um reino, por meio das riquezas e da grandeza, mas quantos “grandes” homens morreram agonizando num leito de infelicidade e solidão aterrorizados e frustrados com sua busca inútil. Nosso orgulho e ostentação têm nos levado à falência e nossa tentativa de viver longe de Deus, ou seja, à parte dEle, só tem nos afastado cada vez mais e nos lançado em um poço sem fundo.

A Bíblia diz que “…Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes” (Tiago 4:6 b; 1Pedro 5.5). Não há coisa mais terrível do que ter o próprio Deus nos resistindo! Muitas vezes Deus permite que passemos por algumas circunstâncias adversas a fim de nos levar ao quebrantamento e humildade. Nabucodonosor literalmente pastou “até que conheças que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens e o dá a quem quer” (Daniel 4.25). Precisamos aprender o caminho da humildade através do exemplo de Cristo que a Si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo. A humildade nos faz conquistar autoridade pois por meio dela Deus nos dá graça.

Procurar um caminho paralelo à humildade é cair numa grande armadilha. Precisamos entender que a felicidade não se compra. Ela se recebe graciosamente das mãos do Senhor. Isso é escândalo para o homem que tenta conquistar as coisas por algum preço, mas a menos que reconheçamos nossa bancarrota espiritual por vivermos longe do Criador, jamais seremos felizes.

A humildade, em minha opinião, é a mais nobre de todas as qualidades no homem. Há uma promessa para os “humildes de espírito”: “deles é o reino dos céus”!! Querido (a), olhe para Jesus nascendo num fétido estábulo, declarando que não tinha onde reclinar sua cabeça (Mt 8.20), montado num jumentinho… ali estava o Rei da Glória, o Governante do universo! Ele diz: “olhe para mim; sigam os meus passos, aprendam o caminho da humildade e estarão preparados para governar”. A felicidade não está nas grandes e complexas coisas da vida, mas na simplicidade de uma vida sedenta de Deus e totalmente dependente dEle!

Um abraço!

Pr. Marcos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: